Os oito erros mais caros que os investidores cometem ao alugar um imóvel



1. Ignorar a legislação local e não contratar o advogado adequado. O conhecimento da legislação tributária e imobiliária local ajudará você a economizar tempo e dinheiro. Por exemplo, o que você faz quando ocorre um dos seguintes?

· Pagamento atrasado
· Quebra de contrato
· Terminação do contrato
· Inquilino incomoda vizinhos
 
Antes de prosseguir com qualquer processo de despejo legal, você deve seguir certas etapas e fornecer avisos adequados, o que pode significar meses de atraso no processo. É extremamente importante saber o que a lei prescreve em relação a avisos, o número de dias necessários para que um aviso seja válido e como e quando os avisos devem ser entregues. É por isso que recomendamos a contratação dos serviços de um advogado especializado nesses assuntos.
 
2. Pré-seleção de inquilino. A pré-seleção de inquilinos em potencial é uma das etapas mais importantes do processo e que muitos proprietários tendem a ignorar. Apesar do impacto negativo de ter uma propriedade vazia, aceitar um inquilino que não foi pré-selecionado tende a resultar em maiores despesas e mais dores de cabeça a longo prazo. Estabeleça um sistema de pré-seleção e cumpra-o. Os elementos de pré-seleção mais comuns são:
 
· Antecedentes criminais
· Relatório de crédito
· Referências de proprietários anteriores
· Referências de trabalho
· Referências pessoais
· Tempo médio em que vivem em cada propriedade
 
Qualquer que seja o seu sistema, é importante levar em consideração as Leis de Habitação Justa locais e federais.
 
3. Ignorância dos regulamentos locais. Muitos dos processos movidos contra proprietários são resultado de violações da Lei da Habitação Justa. Esse é o sistema legal que protege os inquilinos em potencial da discriminação. Muitos proprietários prestam pouca atenção a esses regulamentos porque usam o bom senso e não discriminam. Infelizmente, o senso comum frequentemente viola os regulamentos estabelecidos por lei. Os regulamentos proíbem a discriminação com base em:
 
· Corrida
· Cor
· Religião
· Origem nacional
Sexo
· Status familiar
· Deficiência física
 
Esses regulamentos se aplicam não apenas à pré-seleção do possível inquilino, mas também durante a relação senhorio / inquilino. Lembre-se sempre de que o sistema americano é litigioso. Esse sistema é ideal para ações judiciais e é muito comum ver anúncios que incentivem as pessoas a contratar um advogado se elas acreditarem que foram discriminadas de alguma maneira. Portanto, para evitar problemas legais, a melhor coisa a fazer é se familiarizar com o sistema. Mais importante, consulte um especialista jurídico que possa fornecer as orientações necessárias.
 
4. Falta de conhecimento do mercado local. Antes de alugar uma unidade, é importante fazer a pesquisa adequada sobre as estatísticas imobiliárias atuais na comunidade específica ou edifício em que a propriedade está localizada. Existem diferentes ferramentas que permitem determinar as seguintes informações principais:
 
· Preços reais de aluguel
· As unidades de tempo gastam no mercado antes de serem alugadas
· Concorrência atual
· Exigem
· Preço por pé quadrado
 
É importante conhecer essas informações ao comprar o imóvel ou alugá-lo. É ainda mais importante monitorar constantemente o mercado para fazer correções e decisões oportunas.
 
5. Não tendo uma estratégia. Como investidor, é essencial conhecer o comportamento do mercado local ou ter um consultor imobiliário especializado. Sua estratégia de preços seria diferente nas seguintes circunstâncias?
 
· Se você estava indo contra uma propriedade em vez de dez?
· Se a área era habitada por famílias? Seria mais fácil alugar uma propriedade de um ou três quartos?
· Se a área foi ocupada principalmente por executivos únicos? Seria mais fácil alugar uma propriedade de um ou três quartos?
· Se os imóveis passam 45 dias no mercado antes de serem alugados? Que estratégia poderia ser usada para acelerar esse processo?
 
6. Não possui um plano de manutenção preventiva. A maioria dos proprietários só presta atenção à propriedade quando há um problema. No entanto, a manutenção preventiva costuma ser mais barata que as substituições que poderiam ter sido evitadas. É recomendável ter planos de manutenção preventiva para equipamentos elétricos, sistemas de ar condicionado e encanamento.
 
7. Não ter um contrato bem elaborado. Seu contrato deve protegê-lo. É muito comum ver os investidores dedicarem muito tempo e esforço à compra de um imóvel e tentar economizar dinheiro comprando um modelo de contrato on-line que servirá como um leasing padrão. É muito importante lembrar que seu arrendamento é sua principal proteção legal. As estipulações, regras e regulamentos que apóiam o acordo entre arrendador e arrendatário devem ser claras. Recomendamos a contratação de um advogado que ajude a proteger seu investimento.
 
8. Passando pelo processo por conta própria. Uma parte essencial desse negócio é a criação de uma equipe de especialistas em áreas que podem ajudá-lo a investir e gerenciar seu investimento. Cada membro deve contribuir e fornecer soluções dentro de seu campo de especialização. A equipe básica incorpora o seguinte:
 
· Corretor de imóveis
· Gerente da propriedade
· Advogado imobiliário
· Contador